Make your own free website on Tripod.com

Motivação 

Este espaço esta reservado para as pessoas que gostam de ler textos motivadores, aqui você encontrará vários deles.

Pare, leia, reflita e evolua!!!

Uma antiga lenda

Conta uma antiga lenda que na Idade Media um homem muito religioso foi injustamente acusado de ter assassinado uma mulher. Na verdade, o autor era pessoa influente do reino e por isso, desde o primeiro momento se procurou um "bode expiatório" para acobertar o verdadeiro assassino.
O homem foi levado a julgamento, já temendo o resultado: a forca. Ele sabia que tudo iria ser feito para condená-lo e que teria poucas chances de sair vivo desta história.
O juiz, que também estava combinado para levar o pobre homem a morte, simulou um julgamento justo, fazendo uma proposta ao acusado que provasse sua inocência.
Disse o juiz:
- Sou de uma profunda religiosidade e por isso vou deixar sua sorte nas mãos do Senhor: vou escrever num pedaço de papel a palavra INOCENTE e no outro pedaço a palavra CULPADO. Você sorteará um dos papéis e aquele que sair será o veredicto. O Senhor decidirá seu destino, determinou o juiz.
Sem que o acusado percebesse, o juiz preparou os dois papéis, mas em ambos escreveu CULPADO de maneira que, naquele instante, não existia nenhuma chance do acusado se livrar da forca. Não havia saída.
Não havia alternativas para o pobre homem. O juiz colocou os dois papéis em uma mesa e mandou o acusado escolher um. O homem pensou alguns segundos e pressentindo a "vibração" aproximou-se confiante da mesa, pegou um dos papéis e rapidamente colocou na boca e engoliu. Os presentes ao julgamento reagiram surpresos e indignados com a atitude do homem.
- "Mas o que você fez?" E agora? Como vamos saber o seu veredicto?"
- "É muito fácil", respondeu o homem. "Basta olhar o outro pedaço que sobrou e saberemos que acabei engolindo o contrário."
Imediatamente o homem foi liberado.

MORAL DA HISTORIA:

Por mais difícil que seja uma situação, não deixe de acreditar até o último momento. Saiba que para qualquer problema há sempre uma saída. Não desista, não entregue os pontos, não se deixe derrotar. Persista, pois eu estou torcendo por você. Vá em frente apesar de tudo e de todos, creia que pode conseguir.


Autor desconhecido


Os amigos

Um homem, seu cavalo e seu cão, caminhavam por uma estrada. Depois de muito caminhar, esse homem se deu conta de que ele, seu cavalo e seu cão haviam morrido num acidente. Às vezes os mortos levam tempo para se dar conta de sua nova condição. A caminhada era muito longa, morro acima, o sol era forte E eles ficaram suados e com muita sede. Precisavam desesperadamente de água. Numa curva do caminho, avistaram um portão magnífico, todo de mármore, que conduzia a uma praça calçada com blocos de ouro, no centro da qual havia uma fonte de onde jorrava água cristalina. O caminhante dirigiu-se ao homem que numa guarita, guardava a entrada.
- Bom dia, ele disse.

- Bom dia, respondeu o homem.

- Que lugar é este, tão lindo? ele perguntou.

- Isto aqui é o céu, foi a resposta.

- Que bom que nós chegamos ao céu, estamos com muita sede, disse o homem.

- O senhor pode entrar e beber água à vontade, disse o guarda, indicando-lhe a fonte.

- Meu cavalo e meu cachorro também estão com sede.

- Lamento muito, disse o guarda, aqui não se permite a entrada de animais.
O homem ficou muito desapontado porque sua sede era grande. Mas ele não beberia, deixando seus amigos com sede. Assim, prosseguiu seu caminho.
Depois de muito caminharem morro acima, com sede e cansaço multiplicados, ele chegou a um sítio, cuja entrada era marcada por uma porteira velha semi-aberta.
A porteira se abria para um caminho de terra, com árvores dos dois lados que lhe faziam sombra. À sombra de uma das árvores, um Homem estava deitado, cabeça coberta com um chapéu, parecia que estava dormindo.
- Bom dia, disse o caminhante.

- Bom dia, disse o homem.

- Estamos com muita sede, eu, meu cavalo e meu cachorro.

- Há uma fonte naquelas pedras, disse o homem indicando o lugar

- Podem beber a vontade.

O homem, o cavalo e o cachorro foram até a fonte e mataram a sede.

- Muito obrigado, ele disse ao sair.

- Voltem quando quiserem - respondeu o homem.

A propósito, disse o caminhante - qual é o nome deste lugar?

- Céu, respondeu o homem.

- Céu? Mas o homem na guarita ao lado do portão de mármore disse que lá era o céu!

- Aquilo não é o céu, aquilo é o inferno.

- O caminhante ficou perplexo.

- Mas então, disse ele, essa informação falsa deve causar grandes confusões.

- De forma alguma - respondeu o homem - Na verdade, eles nos fazem um grande favor. Porque lá ficam aqueles que são capazes de abandonar seus melhores amigos...

Autor desconhecido


Quanto custa

Um menino, com voz tímida e os olhos cheios de admiração, pergunta ao pai, quando este retorna do trabalho: Pai, quanto o senhor ganha por hora?
O pai, num gesto severo, responde: Meu filho, isto nem a sua mãe sabe. Por isso, não me amole, estou cansado!!!
Mas o filho insiste: Mas papai, por favor, diga, quanto o senhor ganha por hora?
A reação do pai foi menos severa e respondeu: Três reais por hora.
Então, papai, o senhor poderia me emprestar um real?
O pai, cheio de ira e tratando o filho com brutalidade, respondeu: Então essa era a razão de querer saber quanto eu ganho?
Vá dormir e não me enche mais o saco!
Já era noite, quando o pai, por algum momento raro, começou a pensar no que havia acontecido com o filho e sentiu-se culpado.
Talvez, quem sabe, o filho precisasse comprar algo.
Querendo aliviar sua consciência doída, foi até o quarto do menino e, em voz baixa, perguntou: - Filho, está dormindo?
Não, papai! - o garoto respondeu sonolento e choroso.
Olha, aqui está o dinheiro que me pediu: Um real.
Muito obrigado, papai! - disse o filho, levantando-se rapidamente retirando mais dois reais de uma caixinha que estava sob a cama.
Agora já completei, papai! Tenho três reais. Poderia me vender uma hora de seu tempo?

OBS: Você pode até não ter filhos e achar que isso não é com você. Porém, com certeza você tem família, e será que nela não existe alguém que sente a sua falta? Olhe ao seu redor...

Autor Desconhecido


A pobreza e a riqueza

Um dia um pai de família rica levou seu filho para viajar para o interior com o firme propósito de mostrar quanto as pessoas podem ser pobres.
Eles passaram um dia e uma noite na fazenda de uma família muito pobre. Quando retornaram da viagem o pai perguntou ao filho:
- Como foi a viagem? -- Muito boa Papai!.
- Você viu como as pessoas pobres podem ser?, o pai perguntou.
- Sim.
- E o que você aprendeu? -- o pai perguntou.
O filho respondeu:
- Eu vi que nós temos um cachorro em casa, e eles têm quatro. Nós temos uma piscina que alcança o meio do jardim; eles têm um riacho que não tem fim.
Nós temos uma varanda coberta e iluminada com luz, eles têm as estrelas e a lua. Nosso quintal vai até o portão de entrada, eles têm uma floresta inteira.
Quando o pequeno garoto estava acabando de responder, seu pai ficou estupefato.
O filho acrescentou:- Obrigado, pai, por me mostrar o quanto "pobres" nós somos!.

MORAL DA HISTÓRIA: Tudo o que você tem depende da maneira como você olha para as coisas. Se você tem amor, amigos, família, saúde, bom humor e atitudes positivas para com a vida, você tem tudo! Se você é "pobre de espírito", você não tem nada!

Autor desconhecido


Concertando do mundo

Um cientista vivia preocupado com os problemas do mundo e estava resolvido a encontrar meios de minorá-los. Passava dias em seu laboratório em busca de respostas para suas dúvidas...
Certo dia, seu filho, de sete anos, invadiu o seu "santuário" decidido a ajudá-lo a trabalhar. O cientista, nervoso pela interrupção, tentou fazer com que o filho fosse brincar em outro lugar.
Vendo que seria impossível demovê-lo, o pai procurou algo que pudesse ser oferecido ao filho com o objetivo de distrair sua atenção. De repente, deparou-se com o mapa do mundo e alegrou-se, pois era exatamente o que procurava! Com o auxílio de uma tesoura, recortou o mapa em vários pedaços e, junto com um rolo de fita adesiva, entregou ao filho dizendo:
- "Você gosta de quebra-cabeças? Então vou lhe dar o mundo para consertar... Aqui está o mundo todo quebrado. Veja se consegue consertá-lo bem direitinho, mas não se esqueça: faça tudo sozinho!"
Calculou que a criança levaria dias para recompor o mapa. Algumas horas depois, ouviu a voz do filho que o chamava calmamente:
- "Pai, pai, já fiz tudo. Consegui terminar tudinho!"
A princípio, o pai não deu crédito às palavras do filho. Seria impossível, na sua idade, ter conseguido recompor um mapa que jamais havia visto. Relutante, o cientista levantou os olhos de suas anotações, certo de que veria um trabalho digno de uma criança. Para sua surpresa, o mapa estava completo. Todos os pedaços haviam sido colocados nos devidos lugares. Como seria possível? Como o menino havia sido capaz? Perguntou-se o cientista e resolveu averiguar com o filho como ele tinha conseguido tal feito:
- "Você não sabia como era o mundo, meu filho, como conseguiu?"
- "Pai , eu não sabia como era o mundo, mas, quando você tirou o papel da revista para recortar, eu vi que do outro lado havia a figura de um homem. Quando você me deu o mundo para consertar, eu tentei... mas não consegui. Foi aí que me lembrei do homem, virei os recortes e comecei a consertar o homem, que eu sabia como era. Quando consegui consertar o homem, virei a folha e vi que havia consertado o mundo!"

Autor desconhecido


Dois anjos

Dois anjos viajantes pararam para passar a noite na casa de uma família muito rica. A família foi rude e recusou aos anjos o pernoite no quarto de hóspedes da mansão. Foi-lhes oferecido o porão.
Ao fazerem sua cama no chão frio o anjo mais velho viu um buraco na parede e o consertou. Quando o anjo mais novo perguntou porque, o anjo mais velho respondeu: "As coisas nem sempre são o que parecem ser".
Na noite seguinte os dois foram buscar repouso na casa de um casal de fazendeiros muito pobre, mas muito hospitaleiro. Depois de dividir com eles o pouco alimento que tinham os anjos puderam dormir na cama do casal e repousar bem por uma noite. Quando o sol nasceu na manhã seguinte os anjos acharam o casal chorando muito. Sua única vaca, de cujo leite tiravam o seu único sustento, estava estendida morta no chão.
O anjo mais novo ficou enfurecido e perguntou ao mais velho: "Como você pode deixar isto acontecer? O primeiro homem tinha tudo e ainda assim você o ajudou, retrucou acusando-o. A segunda família tinha pouco mas estava disposta a dividir tudo e você deixou que a vaca deles morresse".
"As coisas nem sempre são o que parecem ser", o anjo mais velho retrucou.
Quando estávamos no porão, disse o anjo mais velho, eu percebi que havia ouro estocado no buraco da parede. Como o proprietário era tão obcecado e ganancioso e incapaz de dividir sua fortuna, eu lacrei a parede para que ele não pudesse achá-lo. Na noite passada quando dormimos na cama dos fazendeiros o anjo da morte veio buscar a esposa dele, e eu lhe dei a vaca no lugar dela. "As coisas nem sempre são o que parecem ser".
Às vezes isto é exatamente o que acontece quando as coisas não se desenrolam como esperamos. Se você tem fé, só precisa acreditar que tudo o que acontece é em seu benefício. Você não saberá de imediato, mas certamente descobrirá isto mais tarde.


Autor desconhecido


Instruções para a vida 

1 - Dê mais as pessoas do que elas esperam, e o faça com alegria.
2 - Decore o seu poema favorito.
3 - Não acredite em tudo que você ouve, gaste tudo que você tem e durma quanto queira.
4 - Quando disser "Eu te amo", seja verdadeiro.
5 - Quando você disser "Sinto muito", olhe para a pessoa nos olhos.
6 - Fique noivo pelo menos seis meses antes de casar.
7 - Acredite em amor a primeira vista.
8 - Nunca ria dos sonhos de outra pessoa.
9 - Ame profundamente e com paixão. Você pode se machucar, mas é a única forma de viver a vida.
10 - Em desentendimentos brigue de forma justa. Não use palavrões.
11 - Não julgue as pessoas pelos seus parentes.
12 - Fale devagar, mas pense com rapidez.
13 - Quando alguém perguntar algo que você não quer responder, sorria e pergunte: Por que você quer saber?
14 - Lembre-se que grandes amores e grandes conquistas envolvem grandes riscos.
15 - Ligue para a sua mãe.
16 - Diga "Saúde" quando alguém espirrar.
17 - Quando você perder, não perca a lição.
18 - Lembre-se dos 3 Rs, Respeito por si próprio, Respeito pelo próximo, Responsabilidade pelas suas ações.
19 - Não deixe uma pequena disputa ferir uma grande amizade.
20 - Quando você der conta que cometeu uma erro, tome as atitudes necessárias.
21 - Sorrir ao atender o telefone. A pessoa que estiver chamando sentira isso em sua voz.
22 - Case com um homem/mulher com que você adore conversar. Ao envelhecer, suas aptidões de conversação serão tão importantes quanto qualquer outra.
23 - Passe mais tempo sozinho.
24 - Abra seus braços para mudanças, mas não abra mão de seus valores.
25 - Lembre-se de que o silêncio, as vezes, é a melhor resposta.
26 - Leia mais livros e assista menos TV.
27 - Viva uma vida honrada. Assim, quando ficar mais velho e olhar para trás, poderá aproveitá-la mais uma vez.
28 - Confie em Deus, mas tranque o seu carro.
29 - Uma atmosfera de amor em sua casa é muito importante. Faça o que puder para mantê-la.
30 - Em desentendimentos com entes queridos, enfoque a situação atual. Não fale do passado.
31 - Procure ler o que está nas entrelinhas.
32 - Reparta o seu conhecimento. É uma forma de alcançar a imortalidade.
33 - Seja gentil com o planeta.
34 - Reze. Há um poder imensurável nisso.
35 - Nunca interrompa enquanto estiver sendo elogiado.
36 - "Cuide de sua própria vida".
37 - Não confie num homem/mulher que não feche os olhos enquanto beija.
38 - Uma vez ao ano, vá a um lugar onde nunca esteve antes.
39 - Se você ganhar muito dinheiro, coloque a serviço de ajudar outros enquanto for vivo. Esta é a melhor satisfação da riqueza.
40 - Lembre-se que não conseguir algo que você muito deseja, as vezes é um golpe de sorte.
41 - Aprenda as regras e quebre algumas.
42 - Lembre-se que o melhor relacionamento é aquele onde o amor de um pelo outro é sempre maior do que a necessidade de um pelo outro.
43 - Julgue seu sucesso pelas coisas que você teve que renunciar para consegui-lo.
44 - Lembre sempre que seu caráter é seu destino.
45 - Usufrua do amor e a culinária com abandono total.

Anônimo


O presente

O homem por detrás do balcão olhava a rua de forma distraída. Uma garotinha se aproximou da loja e amassou o narizinho contra o vidro da vitrine. Os olhos da cor do céu, brilhavam quando viu um determinado objeto.
Entrou na loja e pediu para ver o colar de turquesa azul.
- É para minha irmã.
- Pode fazer um pacote bem bonito?, diz ela.
O dono da loja olhou desconfiado para a garotinha e lhe perguntou:
- Quanto de dinheiro você tem?
Sem hesitar, ela tirou do bolso da saia um lenço todo amarradinho e foi desfazendo os nós. Colocou-o sobre o balcão e feliz, disse:
- Isso dá?
Eram apenas algumas moedas que ela exibia orgulhosa.
- Sabe, quero dar este presente para minha irmã mais velha. Ela cuida de mim e dos meus irmãos não tem tempo para ela... É aniversário dela e tenho certeza que ficará feliz com o colar que é da cor de seus olhos.
O homem foi para o interior da loja, colocou o colar em um estojo, embrulhou com um vistoso papel vermelho e fez um laço caprichado com uma fita verde.
- Tome!!! - Disse para a garota.
- Leve-o com cuidado.
Ela saiu feliz saltitando pela rua abaixo. Ainda não acabara o dia quando uma linda jovem de cabelos loiros e maravilhosos olhos azuis adentrou a loja. Colocou sobre o balcão o já conhecido embrulho desfeito e indagou:
- Este colar foi comprado aqui?
- Sim senhora.
- E quanto custou?
- Ah!! - Falou o dono da loja - o preço de qualquer produto da minha loja é sempre um assunto confidencial entre o vendedor e o cliente.
A moça continuou:
- Mas minha irmã tinha somente algumas moedas! O colar é verdadeiro, não é? Ela não teria dinheiro para pagá-lo!
O homem tomou o estojo, refez o embrulho com extremo carinho, colocou a fita e o devolveu à jovem.
- Ela pagou o preço mais alto que qualquer pessoa pode pagar. ELA DEU TUDO O QUE TINHA.
O silêncio encheu a pequena loja e duas lágrimas rolaram pela face emocionada da jovem, enquanto suas mãos tomavam o pequeno embrulho.

"Verdadeira doação é dar-se por inteiro, sem restrições.

Gratidão de quem ama não coloca limites para os gestos de ternura.
Seja sempre grato, mas, não espere pelo reconhecimento de ninguém.
Gratidão com amor não apenas aquece quem recebe, como reconforta quem oferece."

Autor Desconhecido


O alpinista

Esta é a história de um alpinista que sempre buscava superar mais e mais desafios. Ele resolveu depois de muitos anos de preparação, escalar o Aconcágua. Mas ele queria a glória somente para ele, e resolveu escalar sozinho sem nenhum companheiro, o que seria natural no caso de uma escalada dessa dificuldade.

Ele começou a subir e foi ficando cada vez mais tarde, porém ele não havia se preparado para acampar, resolveu seguir a escalada decidido a atingir o topo.
Escureceu, e a noite caiu como um breu nas alturas da montanha, e não era possível mais enxergar um palmo à frente do nariz, não se via absolutamente nada. Tudo era escuridão, zero de visibilidade, não havia lua, e as estrelas estavam cobertas pelas nuvens.

Subindo por uma "parede" a apenas 100m do topo ele escorregou e caiu ... caia a uma velocidade vertiginosa, somente conseguia ver as manchas que passavam cada vez mais rápidas na mesma escuridão, e sentia a terrível sensação de ser sugado pela força da gravidade.

Ele continuava caindo ... e nesses angustiantes momentos, passaram por sua mente todos os momentos felizes e tristes que ele já havia vivido em sua vida ... de repente ele sentiu um puxão forte que quase o partiu pela metade . . . Shack! Como todo alpinista experimentado, havia cravado estacas de segurança com grampos a uma corda comprida que fixou em sua cintura.

Nesses momentos de silêncio, suspendido pelos ares na completa escuridão, não sobrou para ele nada além do que gritar:

-          Ó meus Deus me ajude!!
De repente uma voz grave e profunda vinda do céu respondeu:
- Que você quer de mim meu filho?
- Me salve meu Deus por favor! ! !
- Você realmente acredita que eu possa te salvar?
- Eu tenho certeza meu Deus! ! !
- Então corte a corda que te mantém pendurado...

Houve um momento de silêncio e reflexão. O homem se agarrou mais ainda à corda e refletiu que se fizesse isso morreria...

Conta o pessoal de resgate que no outro dia encontrou a um alpinista congelado... morto... agarrado com força... com as suas duas mãos a uma corda...

A tão somente dois metros do chão...

E você? Está segurando firmemente sua corda?

Por que você não a solta?



Autor desconhecido

 

 

webmaster: Renato Santos